src="http://pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js">
Google

14.9.06

13 anos. É muito tempo, não é? 13 anos é metade da minha vida até hoje. 13 anos foi só o tempo que tive contigo, e foi o tempo que já estive sem ti.
Sabes hoje não quero que o dia acabe, não quero ir dormir porque amanhã é outro dia...e me custa saber que vivo mais tempo sem ti do que vivi contigo aqui. Sabes, tenho tantas coisas que não sei dizer em palavras...tantas coisas que se atropelam todas umas às outras e fazem com que não consiga dizer nada.
Não preciso disto. Falo todos os dias contigo no silêncio do meu pensamento...podia agora estar a rezar mas em vez disso, hoje quis dizer-te isto assim, porque o pensamento corre depressa demais, e hoje preciso da permanência das palavras escritas. Porque tenho tanto para dizer. Que eu sei que não consigo.
A vida é muito mais difícil sem ti. Perdoa-me pelas vezes em que eu não agi como tu gostarias, e pelas vezes em que permaneci a agir erradamente, porque não te tive aqui para me corrigir. Quis ser como tu mas sozinha não consigo.
Desculpa, não faz sentido estar a dizer-te isto desta maneira, tu sabes isto tudo.
Só quero mesmo dizer-te que 13 anos contigo foram muito pouco, mas souberam a uma vida. Estes 13 anos sem ti parecem tanto tempo e passaram à pressa e em vazio. Foram duas vidas diferentes. E há momentos em que queria poder voltar a esse tempo há anos atrás e nunca de lá sair.
Tenho saudades de mil coisas. Tenho saudades de pentear-te o cabelo, de dizer que gosto muito, muito de ti, e de ouvir-te chamar o meu nome. Tenho saudades de mil coisas.
Sentir que já vivi tanto tempo sem a tua presença, como aquele em que tive a tua companhia, deixa-me triste e faz-me sentir ainda mais a tua falta. Deixa-me triste ver o tempo a passar e sentir que não o sei aproveitar sem ti. Deixa-me triste e angustiada sentir que amanhã e que depois, vai ser mais o tempo que passei neste mundo sem ti do que contigo.
Por isso neste dia, só me resta agradecer a Deus por teres sido - por seres - o meu pai, e peço-te que me ajudes a passar nestes dias crescidos. Gosto muito, muito, muito de ti

2 Comments:

Blogger Pensar Cristo said...

Querida Gota de Chuva, é impossível passar por aqui e não ficar a rezar contigo.. Obrigado e força! Um abraço em Cristo,

AVC

16 setembro, 2006 18:50  
Blogger Pablo Simionato said...

Suas palavras me emocionaram muito.
Um beijo forte abraço.

08 novembro, 2006 16:40  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker