src="http://pagead2.googlesyndication.com/pagead/show_ads.js">
Google

4.2.07

Já não é cedo, mas ainda queria plantar mais 3 árvores. Entre elas, um abrunheiro e uma determinada espécie de macieira.
Duas espécies de pessegueiros - nectarinas, e uma macieira já estão. Ansiosa por vê-las a começar a dar frutos.
Mas tudo leva o seu tempo...
E as plantas nunca se precipitam, não desrespeitam a sua natureza.

10 Comments:

Blogger emlino said...

Eu queria arranjar um medronheiro para plantar no meu quintal...

06 fevereiro, 2007 13:42  
Blogger João Filipe Ferreira said...

eheheh eu tb ja coloquei algumas arvorezinhas na terra..e como sabe bem e como é bom depois ver fruto a crescer da arvore que plantamos !1
lindo lindoooooo
beijinho

06 fevereiro, 2007 14:25  
Blogger gota de chuva said...

:D

06 fevereiro, 2007 21:36  
Blogger J said...

Gota de chuva,

Nunca plantei uma árvore na vida, já pus algumas plantas em vasos e observei com paciência o seu crescimento continuo, devagarinho e sem pressa, crescimento esse que nos tantas vezes na nossa vida apressamos só porque queremos chegar mais cedo a algo.

Sejamos capazes de respeitar o tempo, porque cada coisa tem o seu tempo, e com a Força do Espirito Santo sejamos capazes de aceitar as coisas como Ele quer.

Um grande beijinho em Cristo

08 fevereiro, 2007 11:02  
Blogger aidamonteiro said...

plantei uma
quando era pequenina:)

um abraço
e o sopro delas.

08 fevereiro, 2007 14:13  
Blogger elsa nyny said...

Olá!


Passei por cá!!!
Plantar é lindo, lindo, ver a vida acontecer!!

Muita força para ti!

:))

08 fevereiro, 2007 21:20  
Blogger caminante said...

Saludos desde tierras lejanas. Los árboles darán fruto a su tiempo. Y tú tienes paciencia.
Un fortísimo abrazo.

13 fevereiro, 2007 09:45  
Blogger Discípulos said...

Recordamos os últimos momentos da nossa Querida e Santa Irmã Lúcia antes de "Nascer" para a Plenitude do Amor de Deus, a 13 de Fevereiro de 2005 pelas 17:25h.

"Sim, naquele momento, o seu olhar que se apagava para esta vida, abria-se à Luz Eterna de Deus! Num dado momento, inesperadamente, aqueles olhos que tantas vezes contemplaram o Invisível, abriram-se! Olhou todas as Irmãs. Depois voltou- os para a direita e fixou os meus. Não consigo descrever a profundidade desse olhar! Foi impressionante. Coloquei o crucifixo nessa direcção e em seguida voltou a fechá-los. Foi a despedida." (Irmã Celina, Madre Superiora)

Para além de recordarmos o dia do seu nascimento para a Eternidade, convidamos-te a partilhar, em intimidade, no silêncio da alma a Santidade.

13 fevereiro, 2007 12:30  
Blogger Maria Alarcão said...

Tudo a Seu tempo...
beijinho!

14 fevereiro, 2007 13:06  
Blogger joaquim said...

E se encontraram "boa terra" quer estejas a dormir, quer acordada, elas continuarão a crescer...

Abraço em Cristo

14 fevereiro, 2007 19:42  

Enviar um comentário

<< Home

eXTReMe Tracker